Breve história da Regen Clinical no Brasil

A Regen Clinical é uma clínica de regeneração trazida ao Brasil em 2010 pela médica franco-americana Karrifate Fraziere, que em uma de suas visitas ao Brasil montou uma clínica para sua filha médica recém-formada, a jovem ficou simplesmente encantada com o clima e paisagens do Brasil, além de ter adorado a hospitalidade do povo brasileiro, e assim acabou fixando residência no país. Atualmente existem quatro unidades da Regen Clinical no Brasil, em Belo Horizonte, Rio de Janeiro, São Paulo e Brasília.

A Regen Clinical atende pacientes com os mais diversos tipos de doenças, realizando tratamentos por meio da medicina hiperbárica, na qual o paciente é submetido à inalação de oxigênio totalmente puro em uma pressão superior à atmosférica, tudo isso dentro de uma câmara hermeticamente fechada, chamada de câmara hiperbárica. A Regen Clinical é uma das poucas instituições médicas no Brasil que dispõem de câmaras hiperbáricas, que são essencialmente cilindros metálicos muito resistentes à pressão, possuindo também algumas janelas.

Como agem as câmaras hiperbáricas?

As câmaras hiperbáricas agem aumentando mais de dez vezes a quantidade de oxigênio dissolvido nos tecidos, que pode funcionar de maneira extremamente benéfica para patologias em que a falta de oxigênio nos tecidos represente um grande problema, como por exemplo, para úlceras e feridas infectadas. A ação da câmara é cicatrizante e antibiótica, além de também auxiliar na formação de colágeno e na diminuição de edemas.

Tipos de câmaras hiperbáricas e duração das sessões

As câmaras hiperbáricas podem ser de 2 tipos: monopacientes ou multipacientes, ambas fazem uso de respiradores, bombas para infusões e outros equipamentos projetados especificamente para funcionarem em ambiente hiperbárico. As sessões geralmente duram de uma a duas horas, e o período de tratamento varia de acordo com a patologia.

Tratamentos oferecidos pela Regen Clinical

Síndrome de Fournier;

Envenenamento por cianeto;

Envenenamento por CO²;

Lesões por radiação;

Queimaduras térmicas e elétricas;

Embolias gasosas etc.