Hipertensão Arterial: Causas e Sintomas

By | July 30, 2015

Hipertensão arterial

Segundo dados da Sociedade Brasileira de Cardiologia, atualmente cerca de 30% da população brasileira é acometida pela hipertensão arterial, e após os 50 anos de idade, esse percentual sobe para 50%.

A questão da hipertensão vem sendo trabalhada há alguns anos no Brasil, o Dia Nacional de Prevenção a Hipertensão é uma data estipulada para que ocorram eventos no Brasil nos quais os profissionais de saúde possam cuidar dessa questão. Assim, pode-se entender que a hipertensão arterial é objeto de prevenção durante todo o ano, e nas campanhas é possível abordar questões como mitos e verdades sobre o tema, além de discutir sobre as causas desse problema com mais destreza.

Causas da hipertensão

Existem várias causas para a hipertensão. O Brasil, assim como os Estados Unidos, apresenta um sério problema na qualidade da alimentação, com destaque negativo para o fast food. Fatores como obesidade, sedentarismo e consumo indiscriminado de alimentos embutidos, como queijos, salsichas e salames (que utilizam sódio em sua conservação) podem levar a alterações no valor normal da pressão arterial. Todos os alimentos industrializados, de maneira geral, possuem conservantes que podem alterar a pressão arterial do organismo e causar problema.

hipertensao-arterial

Além disso, existem dois fatores que independem de alimentação ou sedentarismo para acarretar a hipertensão: a hereditariedade e a raça do indivíduo, os negros, por exemplo, possuem uma predisposição maior à hipertensão e também ao diabetes.

Também pode haver uma questão emocional crônica e recorrente, no caso de indivíduos que possuam um trabalho muito estressante, e tenham pouco tempo de lazer. A alteração da pressão também pode ser desencadeada devido a algum tipo de estresse familiar, perda financeira, separação, etc.

Síndrome do jaleco branco

A “síndrome do jaleco branco”, causada quando o paciente sabe que terá de ir ao médico, por si só pode acabar gerando alterações na pressão arterial. O estresse que o indivíduo sente ao saber que irá passar por uma consulta, aliado ao medo que muitas pessoas têm de descobrir algum problema mais grave, podem ser gatilhos para essa alteração de pressão.

A “síndrome do jaleco branco” pode ser considerada um mito, uma vez que o paciente, nesse caso, acredita que uma simples visita ao médico poderá ocasionar um problema grave ou fatal. Esse medo é um dos motivos pelos quais os brasileiros não procuram a prevenção, o que pode acabar gerando uma situação em que o paciente apenas procure o médico quando o caso já esteja num grau mais grave, por exemplo, chegando ao hospital com um quadro de derrame ou mesmo com uma glicemia bastante alterada.

Sintomas de hipertensão

Dor na nuca, dor frontal, ver pontos brilhantes, sofrer de insônia, alteração de humor durante o dia e náuseas são alguns sinais dos sintomas que permitem às pessoas identificar um quadro de hipertensão.

Quando não tratada, a hipertensão arterial pode levar a outras doenças, como problemas renais, derrames cerebrais, infartos e problemas cardiovasculares. Por esse motivo, é de suma importância que se trabalhe a questão preventiva da hipertensão. Ainda que esse tipo de trabalho não desmereça a ação curativa, ele é muito importante, uma vez que por meio dele é possível intervir para que o paciente não adquira uma doença crônica e necessite de internação hospitalar.

Para saber mais visite: http://www.sbh.org.br/

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *